segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Arco-íris


Olhei para a parede cor de gelo - foi quando percebi que não quero que a minha vida seja tão sem graça quanto ela. Para a parede deixar de ser assim, basta eu pintá-la, para a minha vida deixar de ser cor de gelo, basta eu colori-la. Então, eu pegarei os lápis de cores e farei um arco-íris, incluirei a cor preta, afinal toda vida precisa de um pouco de escuridão, talvez esse seja o tempero dela, da vida.

4 comentários:

Anônimo disse...

Que linda! Faça isso mesmo. Vai colorindo que o brilho vem depois.. natural, simples.

█► JOTA ENE ◄█ disse...

ººº

Olá Paulinha... adoro fotografar o verdadeiro Arco-Iris.

Vc diz que é uma mulher " Inconstante, cheia de vícios e paradoxal " ... tem que me explicar isso direitinho, rsrs

Bjoooo

Alexandre Fernandes disse...

Dar cor à nossa paisagem é sempre bem vinda. Principalmente para alegrar mais os nossos olhos. Essa alegria trespassa até a alma.

Isso mesmo Paulinha. Pinte um pouco a vida.

Beijos.

C.Antonholi disse...

Olá, tudo bem?
Gostaria de receber uma visita em meus blogs:

www.microcontos180.blogspot.com

www.micropoetricidade.blogspot.com

www.sonetricidade.blogspot.com

www.frestadajanela.wordpress.com


saudações literárias

C.