sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Sua forma única de sorrir para ela


Ele era um cara especial. Aquele cara tímido, sorriso simpático, inteligentíssimo, educado. Ela foi pega desprevenida, não esperava que ele pudesse mexer tanto com ela. Sempre foi acostumada a gostar do errado, do que não presta, do estrago. Ele não era esse tipo de cara, era especial e isso a amedrontava. Ela sentia saudades quando não o via, e sentia ciúmes também, chegava a ser cômico.
Ela sabia que não o merecia, pois o faria sofrer. Não por não gostar dele, mas por não estar preparada, nesse momento, para um cara assim em sua vida. Estava naquele momento em que não valia nada, queria aproveitar. Foi então que ele apareceu, o oposto dos caras com quem já se envolveu, porém tinha algo nele que a deixava completamente apaixonada. Não que fosse difícil ela se apaixonar, sempre se apaixonou fácil e se desapaixonava logo em seguida, o problema era ela se apaixonar por um cara como ele.
Era o tipo errado de cara certo, ou até mesmo o cara certo no momento errado. E tudo isso a impedia de ir adiante. Ele merecia ser muito feliz, e ela não o faria feliz. E por gostar tanto dele preferia abrir mão para quem o pudesse fazer feliz de verdade. Entretanto, quando se lembrava do seu sorriso, era egoísta o suficiente para não deixá-lo partir.


"De vez em quando erguia os olhos e sorria para mim. Achei estranho porque nunca ninguém sorriu para mim — nunca ninguém sorriu para mim daquele jeito, quero dizer." (Caio F.)

6 comentários:

Lucas Lima disse...

sorrisos são a coisa mais linda mesma, rsrs, apesar de mostrar bem menos que olhares, rsrs
bons dias

Jéssica, a antropofágica disse...

Ê, meu doce, os caras certos são sempre os mais perigosos, porque despertam na gente um sentimento de te-deixo-ser-feliz-sem-mim. Uma porcaria...
Eu também me apaixonei por um assim, mas esse...bem, esse é impossível! Fazer o quê?
Beijos, doce.


Ps. Será que esse cara certo não apareceu para marcar o início de uma nova fase? ;)

Coração Alado disse...

E ela vai ser boba de deixar "o cara certo" pra outra? Se eu fosse ela não deixava...
rsrs

obrigada pelo carinho lá no alado. :)
um beijo!!

R.Vinicius disse...

Oi.

"Ainda que ele nada fize-se, teria ela se apaixonado por ele?" Abraço.

Leiloka disse...

Paulinha sempre escrevendo por mim! Por isso que eu não faço um blog! hahaha

Arrasou!
Mas doeu ler... Pq me vi nessa! rsrs

Coração Alado disse...

tem selinho pra vc no Alado!!
:)