terça-feira, 22 de dezembro de 2009

A luz


"Então eu imagina você vindo. Como eu te imaginava." (Caio F.)

Seus olhos azuis reluziam para ela. No seu sorriso ficava passada, parecendo aquele primeiro namoro de adolescente. Ele chegou com uma rosa vermelha, deu-lhe um beijo na testa e disse: "Você aceita passar o resto da vida com esse caro chato?" Chorou, mas de alegria, queria contar-lhe algo quando ele a pediu em casamento. Colocou a mão na barriga, "agora somos três, se você aceitar passar o resto da vida com essa chata e nosso filho ou filha, então aceitarei." Por um instante ele não teve reação, ela ficou com um pouco de medo, mas logo aquele sorriso maravilhoso que a encantou desde a primeira vez voltou a face dele. Se sentaram na varanda e se beijaram, intensamente!
Ele começou a dizer do dia em que se conheceram, que no instante que a viu sabia que teria que ser ela, sabia que era com ela que queria se casar, que queria ter filhos e agora, agora estava virando realidade. Ela riu, chamou ele de clichê, e disse que era mentira, que ele nem se quer tinha reparado nela, até ela quase cair ao seu lado, desastrada. Ele riu dela e não pra ela, mas no final achou engraçadinha aquela menina desengonçada e segurou-a pela mão. Já no primeiro instante ela apaixonou quando seus olhares se cruzaram. Eles conversaram um pouco naquela noite, ele pegou seu telefone e disse que precisaria ir embora. Ela ficou triste, pois pensou que mais uma vez, mais uma vez tinha acabado ali, sozinha e talvez pra sempre ficaria só.

Passaram-se cinco dias quando seu telefone tocou, era ele, reconheceu de imediato aquela voz, aquela voz que a semana inteira esperou aflita que a ligasse. Conversaram sobre coisas banais e ele perguntou se não aceitaria ir em um bar, escutar uma boa música, beber uma cerveja. Tentou se fazer de difícil, dizer q teria compromisso, mas no final não aguentou, seu forte não era esse e se ele nunca mais a procurasse, as desilusões já foram tantas, não poderia deixar ele escapar por pura vaidade. Disse que sim, no horário combinado ele a pegou em casa. Passaram uma noite agradável, mas ele se quer tentou beijá-la e isso a estava deixando louca. Quando estavam chegando na casa dela, ela perguntou se ele não a beijaria, ele sorriu, aquele sorriso que desde de então ela nunca esqueceu e a beijou. Hoje fazia exatamente um ano e seis meses que estavam juntos. Ela acabará de saber que estava grávida e ele a tinha pedido em casamento, antes mesmo de saber da novidade.
Foi tudo perfeito, então despertador tocou e ela voltou para a realidade. Mas acordou sorrindo, procurando por sua luz no fim do túnel.



"Ria de mim, mas estou aqui parada, bêbada, pateta e ridícula, só porque no meio desse lixo todo procuro o verdadeiro amor. Cuidado, comigo: um dia encontro.” Caio Fernando Abreu

6 comentários:

primaverasdesetembro disse...

"seu forte não era esse e se ele nunca mais a procurasse, as desilusões já foram tantas, não poderia deixar ele escapar por pura vaidade."
aaaa tudo menos amor, tudo que seja vindo de mim:vaidade, orgulho, me satisfaz.O outro é inatingível.
Terminar com Caio foi texto-mais-que-perfeito para a ocasião.Só não sonho, penso..mais assim.Não mais.
Flores :*

▒▓█► JOTA ◄█▓▒ disse...

ººº

Olá querida amiga.
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨) ¸.•´¸.•*´¨)
(¸.•´ (¸.•` * ¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
........|___|...Desejo-te
........|000|...Um Feliz Natal
........|000|...Cheio de
........|000|...saude...amor
........|000|...e prosperidade
........|000|... Feliz ano Novo de 2010
.........\00/.... Que este ano seja carregado
..........\0/..... de bons projectos...
...........||...... Que todos os teus desejos e se concretizem
...........||......Feliz Natal!!!!
...........||......Bom Ano Novo
.........._||_.....Jinhos grandes
.........._||_.....Jota Ene
♥¸.•*¨)¸.•*¨)
(¸.•´♥♥.¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨) ¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)

Silvia Caroline disse...

Que bonita história.
Adoro verdades inventadas, estou seguindo moça!

E o Caio? nem precisa dizer neh?

Fernanda disse...

A ilusão conforta...
e, às vezes, dá a força que a precisamos para saltar...
o forte (im)pulso!

Beijão, Paulinha!

=D

O Profeta disse...

Um formoso menino estava mesmo alí
Tocou de leve o lado esquerdo do meu peito
Olhou-me com um luminoso sorriso
Deixou-me sem fala, sem jeito

Deixou-me no apagar de uma vela
Olhei novamente o mar
A calmaria voltou como por encanto
Mil criaturas inundaram-me o olhar

Golfinhos felizes assobiaram
A cria de uma baleia acenou-me
Uma andorinha do mar poisou no parapeito da janela
Uma maravilhosa e antiga história sussurou-me

As estrelas brilharam no celeste
A Lua estendeu seu manto de fino lusr nesta cena
Adormeci na imensidão deste mundo
No embalo de...Uma Noite Serena...


Uma noite serena

Um bom final de ano e luminoso 2010

Um terno beijo

Coração Alado disse...

vivo sonhado assim também, sabia?

rs...

estou me despedindo do Alado querida. deixei um beijo pra vc lá.

Vou criar um outro blog e logo logo te acho aqui, tá?
um beijo! feliz ano novo!
:)