domingo, 24 de janeiro de 2010

Doces sonhos


"Mas confuso, perdido, sozinho, minha única certeza é que de cada vez aumenta ainda mais minha necessidade de ti. Torna-se desesperada, urgente. Eu já não sei o que faço. [...] Quero beber tua água. Não te negues, minha sede é clara.” (Caio F.)

Talvez ela fosse somente louca. Até evitava comentar sobre seus sentimentos com as pessoas, porque ela mesma não sabia distinguir até que ponto era realidade, até que ponto era imaginação. Depois de pararem de se verem, até de se falarem, ele voltava, mas dessa vez ele habitava somente seus pensamentos. Pensamentos que eram tão intensos que pareciam reais. Mas mais que isso ela sentia uma felicidade súbita, por mais que soubesse que era só imaginação ela ficava feliz. Ficava feliz porque uma noite sentiu algo, algo totalmente diferente de tudo que já sentira, uma paz de espírito e ao mesmo tempo algo que dizia-lhe: "É ele!". Um pouco medonho, mas a partir dessa noite seus dias se tornaram mais doces. Seus sonhos com ele muito reais, podia sentir sua presença ao lado, sua respiração ofegante, o toque de suas mãos, seus beijos apaixonados e conseguia enxergar o azul de seus olhos, como se brilhassem para ela. E ela sempre repetia: "Tudo se tornará realidade" e depois acendia seu cigarro.

"Que medo alegre, o de te esperar." (CL)
"Tudo isso, que é nada, subitamente parece tão absurdo e patético e insano e monótono e falso e sobretudo tristíssimo” (Caio F.)

10 comentários:

Luci disse...

Adoro o que vc escreve. Sempre q atualizar seu blog me envie o link que faço questão de ler o que vc tem em mente.

ela? Já sei qm é a garota que está vivendo esta utopia. rsrs

e é claro, tudo virá a realidade.

Um grande beijo paulinha!

EFS*** disse...

você sempre me arrepia com estes finais: "Tudo se tornará realidade" e depois acendia seu cigarro."

Tava com saudade de te ler...

Grande Beijo!

Jéssica, a antropofágica disse...

Ah, essa espera, essa ânisa por viver algo que não pôde ser vivido...isso tudo me é tão familiar...
Mas, como eu costumo dizer, nada é eterno.
Espero que teus sonhos se tornem mesmo realidade ou que se dissipem de uma vez por todas.
Beijos, docinho.

EFS*** disse...

E eu tava torcendo por você viu? Tomara que dê tudo certo! Assim que sair resultado me conte ok?

Beijos!

EFS*** disse...

Ah, não fica triste não... no próximo você passa! Já vou começar a torcer de novo a partir de agora!

Beijos viu!

TIA AUGUSTA disse...

incrível como fechar com cigarro, torna o texto mais sincero

O Profeta disse...

Chove bem no meio do mar
São de fogo as manhãs na ilha
A seda púrpura é lençol de amantes
Os olhos roubam a virtude à maravilha

Enchi a taça com absinto
Ergui o braço, toquei uma nuvem carmim
Ensaiei um passo de dança 
Senti que os pássaros riam de mim

Senti o resto da geada em descalços pés
Calei minha viola de dois corações
Deixei entrar no peito o tamborilar de perdidas gotas
Senti o sabor sal das minhas emoções


Convido-te a partilhar a outra metade


Mágico beijo

▒▓█► JOTA ◄█▓▒ disse...

ººº
Ano novo, vida nova, novos projetos

Carolina disse...

Oi querida!
Estou de volta, com blog novo!
Espero que me faça uma visitinha e goste...
fiquei com saudades!

é ele?

ai, que delícia essa sensação. aquela certeza que só a gente vê sentido em ter. um absurdo! que só a gente sabe sentir, e que nunca conseguiremos explicar.

um beijo!!
:)

João Marcos Lacerda disse...

hahaha!!
teenho siim!!
xD
e eu tenho um pouco de preguiça de postaar!!
hahahaha