sábado, 24 de abril de 2010

Conto de fadas


"Se lembra quando a gente chegou um dia a acreditar
Que tudo era pra sempre..." (Cássia Eller/ Renato Russo)






Abriu o guarda-roupa e puxou suas caixas de cartas, essas caíram por todo o chão. Separou as dos antigos namorados, ficou a madrugada inteira lendo minuciosamente cada linha. Eram tantas as promessas feitas, as juras de amor, a cumplicidade e as confissões trocadas. Lembrava-se do carinho, do cheiro, dos beijos. Pensava no conteúdo das cartas que também escreveu, deveriam existir inúmeros “amo-te”, sempre pensava que aquele era pra sempre, mas ai, um dia, o encanto passava. Agora todos eram como estranhos, não habitavam mais sua vida, nem seus pensamentos, devem ter tidos várias após ela, era esquisito pensar dessa forma. E ali, debruçada sobre todas as cartas, relembrava o primeiro beijo, o pedido de namoro, quando conheceu as famílias de cada um, os momentos de alegria e também aqueles de tristeza. Teve vontade de queimar tudo ou jogar na privada e dar descarga, doía pensar que tudo aquilo que sentimos um dia simplesmente acaba, assim, simples. Doía pensar que na verdade nunca amou ninguém, que tudo que sentirá até então era ilusão, talvez carência. E os contos de fadas? E os viveram felizes para sempre? Respirou fundo e começou a guardar tudo, foi guardando com carinho e pensando que esperaria as próximas cartas, e as próximas, até que chegasse o seu pra sempre.

"De tudo isso, me ficaram coisas tão boas. Uma lembrança boa de você, uma vontade de cuidar melhor de mim, de ser melhor para mim e para os outros. De não morrer, de não sufocar, de continuar sentindo encantamento por alguma outra pessoa que o futuro trará, porque sempre traz, e então não repetir nenhum comportamento. Ser novo." (Caio F.)

13 comentários:

Maldito disse...

é que o "pra sempre",..sempre acaba!

Carolina disse...

talvez acabe mesmo. mas eu espero que não acabe. eu acredito que um dia a gente ainda há de encontrar uma pessoa e por ela sentir uma coisa inexplicável, que não terá fim. carregaremos dentro de nós um sentimento lindo e jamais a esqueceremos. e seria ótimo se pudéssemos compartilhar com essa pessoa, esse sentimento tão intenso.
é, eu acredito em contos de fadas.

querida, eu moro em OP sim! faço História na UFOP.
vai tentar aqui pra qual curso?

beijos!!!

Olga disse...

o "pra sempre", definitivamente, nao existe.
amei. intenso.

Fernanda disse...

Paulinha!
Lindo Lindo!
Parabéns!

Como disse a srta acima...
"Intenso."!!!

É o eterno dilema romântico...
=~


Bjos.

Alexandre Fernandes disse...

Sempre ficam coisas boas. Não apenas cartas guardadas numa gaveta. Nem mesmo meras lembranças de um tempo bom, mas uma essência tirada de pedaços da gente. Coisa pura, concreta. Puro sentimento.

E a gente se renova sim. Porque depois que enfrentamos cara a cara é que notamos o quanto precisamos mudar e ser novo, conosco e com as pessoas.

Ah, o amor...

=)

Beijos querida.

PR disse...

tristeza é alimento do poeta. é lição para o coração e é ferida que sara quando se comete outro acidente com uma dor maior.
tristeza, quando é racinal, causa alegria.

cartas de pessoas passadas é como a tristeza que foi guardada. não acha?

Jaya Magalhães disse...

Paulinha,

A verdade é que todas as vezes foram para sempre. Dentro em nós, sempre é. Talvez seja assim o tempo inteiro. Talvez não.

Vamos combinar? Quem souber primeiro avisa a outra.

Beijo, flor.

Jaya Magalhães disse...

Um pouco mais de dois minutos, flor. Haha. O caso é que foi necessário aparecer hoje, por uma razão linda.

E, ah, Matheus sempre está por ali. Por aqui. Ele é um dos meus muitos pedaços, ainda bem.

Beijoca.

Nasca disse...

sou adepto das palavras de Jaya. Eternidade em nós! Esses momentos pra sempre viverão na lembrança, que é o que acontecem com todo momento vivido, vira passado, se vai, e o eterno fica sendo, daí, só a forma como lembraremos.. é terno!

EFS*** disse...

lembranças... eternidades memoriais... ai quanta sensibilidade,
por essas e outras que sou apaixonado por essa menina! *-*

Beijos!


PS. Amei a foto!

Eva Cidrack. disse...

Um dia o pra sempre chega... Sempre chega. :)

Bom fim de semana, menina. :D

EFS*** disse...

Saudades...

Lucas Lima disse...

os pra sempres de hj em dia são como fast food, rsrs, ja reparou?
Bjs e bons dias